Com apoio do Carrefour, 3ª Cãominhada da Diversidade celebra a importância da família multi-espécie

Na última quinta-feira, 20, aconteceu a 3ª Cãominhada da Diversidade, uma iniciativa da Comissão de Direitos dos Animais da OAB/SP – Jabaquara, Celebridade Vira-Lata e Marcelinho Protetor em parceria com a Associação da Parada do Orgulho LGBT. Com uma área voltada para a Diversidade e um time com foco em causa animal, O Carrefour foi o patrocinador do evento que reuniu centenas de pessoas e animais de estimação na Praça da República, no centro de São Paulo, e contou com cerca de 700 inscritos. “Apoiar uma iniciativa como essa é parte importante do nosso trabalho de conscientização das pessoas, tanto para campanhas em prol dos animais, quanto para buscar a igualdade enquanto sociedade”, diz Stephane Engelhard, Vice-Presidente de Relações Institucionais do Carrefour Brasil. Com saída programada para às 11h, o percurso durou cerca de 40 minutos. A Cãominhada é parte da Feira Cultural da Diversidade e todo ano chama a atenção para um tema polêmico. Neste ano, o escolhido foi a “família multi-espécie”.

Cíntia Pimentel, diretora da Comissão de Direitos dos Animais da OAB, justificou a escolha do tema deste ano. “A família multi-espécie representa o reconhecimento do amor. Estamos desconstruindo os paradigmas que formam a estrutura da família atual, tanto por animais humanos quanto por animais não humanos. Nós levantamos a bandeira da família multi-espécie pelo reconhecimento dos animais como seres com direitos”. A inclusão da Cãominhada como parte da Feira Cultural tem como princípio juntar todas as pessoas que buscam igualar os direitos de minorias que precisam de mais representatividade.

A pluralidade do evento era perceptível a todo o momento. Pessoas de diversas idades e sexos marcaram presença na Praça da República para celebrar a diversidade ao lado de seus animaizinhos. O influenciador digital Lucas Nascimento e sua cadela Anira também estavam lá. “É a minha primeira vez no evento porque a Anira está comigo há apenas sete meses. Ela foi atropelada ainda pequena e levada para um abrigo. O local estava lotado de animais e as meninas responsáveis não teriam condições de cuidar de mais um. Elas colocaram um aviso na internet e, por ser perto de casa, fui busca-la no mesmo dia”. Lucas também reconheceu a importância de organizar uma ação como a Cãominhada. “Eu sempre tive muitos cachorros em casa. Quando há a possibilidade, ajudo com doações de ração e outras coisas básicas. Um evento como esse traz visibilidade para a causa animal e ajuda com que as pessoas se conscientizem cada vez mais sobre a importância de ajudar os animais”.

O influenciador Lucas Nascimento e sua cachorra Anira

Quem também chamou a atenção foi a pequena Manú Maria. Abandonada ainda bebê, foi resgatada pelo casal Rogério e Márcia. Há alguns anos, a cadelinha fugiu do pet shot que frequentava e foi atropelada, resultando na perda dos movimentos das patinhas traseiras e a necessidade da utilização da cadeira de rodas. “De fato foi um choque para toda a família na época”, recorda Márcia. “Os cuidados com a Manú aumentaram muito, assim como os gastos, mas ela não perdeu a vontade de viver. Continua sendo a cachorrinha alegre que sempre foi”. O casal mantém um perfil no Instagram (@manumariaespecial) que mostra o dia-a-dia de Manú Maria como uma cachorra paraplégica e também aceita doações de quem puder ajudar com os custos necessários para remédios e tratamentos. Nós abordamos o assunto da paraplegia em animais neste link.

Evento reúne entidades e profissionais da veterinária

Com a Feira da Diversidade ocorrendo das 9h às 15h, a Praça da República estava repleta de estandes com foco na causa animal. O estande do Carrefour contava com uma roleta que distribuía itens após as pessoas a girarem. Os prêmios incluíam ração, biscoitos e outras coisas relacionadas à causa animal. Uma televisão instalada no local exibia um vídeo com todas as ações feitas pela empresa em prol dos animais. Assista abaixo:

Por se tratar de um evento que visa o reconhecimento dos direitos dos animais, a Cãominhada também contou com um estande da Mercy For Animals (Misericórdia para os animais, em tradução livre). Com mais de mil pessoas ativas no Brasil, entre funcionários e voluntários, e trabalhos feitos em países como Canadá, China, México e Índia, a entidade internacional luta para acabar com a exploração de animais para a alimentação. “Nós somos uma instituição que surgiu há mais de vinte anos nos EUA e estamos aqui há três anos”, conta Sandra Lopes, diretora executiva da Mercy no Brasil. Nossa missão é garantir que os animais sejam livres para perseguirem seus próprios objetivos e não serem mais explorados pelos seres humanos”, explica. O Carrefour foi a primeira rede varejista do Brasil a aderir à campanha realizada pela Mercy para acabar com a comercialização de alimentos oriundos da criação de animais em cativeiro.

Outra atração que teve muito destaque durante a Cãominhada foi o estande da veterinária Daniela Cichielo (CRMV/SP 8877). Especialista em clínica e vacinação há 25 anos, Daniela resolveu estudar explorar novos métodos para o tratamento de seus pacientes e reconheceu no reike e acupuntura animal novas formas de atingir mais efeitos positivos em gatos e cachorros. “Essas formas alternativas de tratamento, como a acupuntura, trazem resultados que muitas vezes não conseguimos com a forma tradicional”, explica. Com a utilização da agulha em pontos específicos e métodos conhecidos na China, como a fitoterapia, eu faço tratamentos na coluna e outras partes específicas do corpo de uma maneira diferente das que conhecemos no mundo ocidental. “Existem diversas patologias que podem ser tratadas com acupunturas e não necessitam do uso de remédios convencionais”. O blog já tratou do tema Acupuntura em animais neste link.

A Cãominhada da Diversidade foi mais uma das muitas ações em prol dos animais que o Carrefour vem organizando em 2019. Para saber quais serão os próximos eventos, fiquem ligados no nosso Calendário de Ações e não deixem de acessar o blog!